Queremos ouvir
você, mulher

Nós da Benefício Legal em parceria com o Cartão Carrefour queremos ouvir o que você tem a dizer sobre violência doméstica. Esse assunto não deve mais ficar entre quatro paredes.

Por que queremos te ouvir?

Nós queremos te apoiar e desenvolver soluções para ajudar sempre que necessário. Para isso, nada melhor do que você nos dizer a sua opinião.

O que é violência doméstica e como identificar?

A violência doméstica vai além da agressão física e visível em hematomas. Enquadra-se na Lei Maria da Penha, nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, também a violência psicológica, sexual, patrimonial e moral.

  • Violência física
    Atitudes violentas de baixo, médio ou alto risco, como ferimentos causados por armas brancas (facas, estiletes ou objetos cortantes), armas de fogo e espancamentos.
  • Violência psicológica
    Qualquer tipo de ameaça, humilhação ou manipulação, que coloque a vida da mulher em risco de alguma forma. Inclusive danos emocionais que possam perturbar ou controlar as suas ações.
  • Violência sexual
    Além do estupro, qualquer atitude que se relacione com métodos contraceptivos, gravidez ou ações que forçam o desconforto durante o ato sexual.
  • Violência patrimonial
    Casos de controle de patrimônio, furto, controle do dinheiro, privação de bens ou recursos econômicos ou até mesmo danos a objetos de propriedade da mulher.
  • Violência moral
    Casos de falsas acusações, xingamentos, calúnias e injúrias, estão dentro desse tipo de violência.

Violência doméstica no Brasil

Em 2019, segundo dados oficiais dos 26 Estados e Distrito Federal, houve aumento de 7,3% em casos de vítimas fatais, em comparação ao ano de 2018, uma média de uma vítima a cada 7 horas. Em 2020, desde o início da quarentena em março, os casos denunciados aumentaram 45% no estado de São Paulo*, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Dados Fórum Brasileiro de Segurança Pública


Pesquisa Conhecendo a Mulher

Nós da Benefício Legal em parceria com o Cartão Carrefour entendemos como é importante falar sobre violência doméstica e queremos a sua colaboração para que juntos possamos desenvolver novos produtos ou serviços para as mulheres brasileiras.

  • A nossa pesquisa tem o objetivo de entender o quanto a violência doméstica impacta a vida das mulheres neste momento;
  • Não se preocupe, seus dados não serão divulgados e suas respostas não serão compartilhadas em divulgações públicas;
  • Queremos desenvolver soluções que possam ajudar mulheres que já passaram ou estão passando por algum tipo de violência doméstica.
Responder pesquisa